VIABILIDADE

1180 photo Viabilidade1180.jpg

terça-feira, 20 de março de 2012

O Revenue Management e os Sistemas de “Revenue management” FERRAMENTAS

Nas minhas pesquisas e no tentar entender. O que é que se chamava de Revenue Management aqui pelo nosso Brasil descobri as resposta para algumas perguntas a primeira delas foi de onde veio o “Revenue Manager” embora eu sempre acha-se que se tratava e um gestor de canais online e de reconhecer seu valor, eu queria conhecer o porquê esse cargo aparecia, já que aprendi na faculdade e pratiquei durante 30 anos que o Revenue Management é parte integrante e responsabilidade total de um Gerente Geral, um Diretor Operacional ou um diretor geral.
Descobri então, que os “sistemas de Revenue Management” automatizados se intitulam “XXX” Revenue Management Sistems”. 
Bem, visto por esse ângulo o operador seria o Revenue Manager. Tudo isso está correto não nos deparássemos com um problema que, a falta de conhecimento de uns, se transforma em oportunidade de outros.
Esses sites com o nome de RMS não são Revenue Management Sistems e sim Poderosas ferramentas online que facilitam alguns dos dados necessários para a informação necessária ao real sistema. O Revenue Management. Senão Vejamos:
Revenue Management = Gerenciamento de receitas, o que uma empresa precisa para poder implantar um sistema de RM?
 Capacidade finita (por exemplo, um hotel tem um determinado número de apartamentos disponíveis para vender);

Stocks perecíveis (no caso de um hotel os quartos não vendidos em determinado dia não podem ser aprovisionados);

Micro segmentos de mercado: - Mercados com diferentes sensibilidades ao preço;

Procura variável e incerta;

Produtos que podem ser vendidos ou reservados antes do consumo;

Baixas razões custos variáveis X custos fixos.

Um programa de gestão de receitas para ser bem implementado e ter sucesso deve ser baseado sempre e só em preços de venda.
Reparem os sistemas que estão no mercado e as pessoas que dizem praticar o RM fazem-no apenas e tão somente com os preços de Diárias. 
Sim e porque não fazer com todos os valores, já que hotéis há que, quando devidamente gerenciados chegam a ter maior receita em todos os outros pontos de venda que na diária propriamente dita.
·         Isto posto pergunto: Porque RM pela metade. Porque é isso que está no mercado e não conhecem o sistema como um todo. Por favor não se enganem: Revenue Management é por si só o inicio e o fim de toda a Política / Modelo de negócio Hoteleiro e como tudo tem um início, mas neste caso não tem fim.
Não acreditem em milagres, mas o Revenue Management Bem implementado chega a parecer milagre para quem não conhece o sistema.
Nós disponibilizamos uma apostila para quem quiser iniciar de forma consciente, e promovemos a pedido cursos presenciais. Aguardem, em breve Novidades para viabilização do sistema para qualquer tipo de Hotel pousada ou Hospedaria que aceite reservas via Site.

PORTO ALEGRE PROMETE SER UM SUCESSO até porque, pelas novas possibilidades adicionadas ao nosso curso o Número de vagas está praticamente completo,e como não abro mão a qualidade proporcionada pela interatividade, muito provavelmente antes do inicio deste estaremos abrindo uma nova data.Porém agora vamos para a Santa e Bela Catarina a famosa Ilha da Magia onde o Revenue Management pode e com certeza fará para os que quiserem, verdadeiros milagres e revolucionará a Administração Hoteleira Naquela Bela Ilha. 



sábado, 17 de março de 2012

Águia Consultoria e os Cursos de Revenue Management pelo Brasil

A Águia consultoria iniciou um processo de informação fundamentado em didática e 30 (trinta anos) de prática em Revenue Management, ao descobrir há aproximadamente 8 meses, que no Brasil esta Ferramenta além de pouco conhecida era e ainda é difundida de forma incorreta pela maioria dos que dizem usá-la.
Para que se tenha uma ideia, Revenue Maagement, significa (Gerenciamento de receitas) pode e deve ser usado em vários tipos e perfis de empresas, mas estas precisam ter características especiais para suportá-lo, e claro alguém que saiba o que isso é. Para que se tenha uma ideia mais concreta do que acontece no Brasil, a maioria fala em RM de diárias, quando há muitos hotéis cujo faturamento dos diversos pontos de venda alcança o faturamento de Diárias quando não o ultrapassa. Isto posto é simples entender que mesmo os que dizem praticá-lo, praticam-no em parte. Em Hotelaria, qualquer que seja o Empreendimento todas as receitas devem estar inseridas no sistema de RM e estão se o Gerente Geral souber o que está fazendo.

Iniciamos então o processo de Informação que como a maioria tem como maiores interessados as pessoas de mais conhecimento, ou seja o Bom cada vez melhor e o outro...

Segue nossa programação:
Consultem-nos sobre viabilização. E acreditem Revenue Managemet levado a sério parece um milagre mas não é. 
Seus resultados são visíveis a curto prazo. 
FAÇA SEU CURSO. Implante o seu sistema e depois escolha a Melhor ferramenta de Gestão, porque os chamados "revenue Management Sistemas" automatizados que estão no mercado não são o que dizem ser, mas alguns deles são BOAS FERRAMENTAS para agilizar o processo no seu sistema.

sábado, 10 de março de 2012

O Cerne da Gestão Hoteleira Competente

Photobucket


É o Revenue Management. 
Vamos respeitá-lo e defini-lo logo: É a arte de Maximizar Lucros tendo por base as demandas de mercado, previsões e otimizações de resultados, com base em cálculos econômicos matemáticos e de inventários (de venda).

É claro que ninguém em sã consciência iria criar Revenue Manager, já que o Revenue Management (gerenciamento de receitas), além de ser algo complexo ele, no caso de um hotel implica no engajamento de todo o “staff”. Por isso é sempre e só de responsabilidade do Gerente GeralDiretor Operacional ou Diretor Geral.

Eu sei, e sei desde sempre que Revenue Manager não existe, mas como teimam em fazê-lo aparecer eu tento há tempos encontrar a lógica disso já que como o Revenue Management é de alçada do Gerente Geral, para que quero e onde vou colocar o Gerente de receitas. Que eu sempre considerei e não desmereço um GESTOR DE CANAIS ON LINE. Já que numa gestão minha as receitas são sempre de minha responsabilidade são elas que fazem a Alegria da Direção e que pagam meu salário que é sempre baseado em lucros.

Na ocasião em que estive dando um curso de Revenue Management em São Paulo tive oportunidade de conhecer o “Ideas – Revenue Management System”. Bem, se for encarado desta forma então o operador deste complexo, mas valioso sistema teria o nome de “Revenue Manager”, que seja. Mas não, ele é sim, o Gestor de um Fantástico canal online. Mas um gestor de canais.

Para mim, que estudei isso, Revenue Management não se resume a este ou aquele sistema é uma disciplina séria de um curso superior de Administração Hoteleira.

Perguntado se eu usaria o “IDEAS” usaria, mas para mim ele seria usado apenas e tão somente como o que é uma ferramenta que vai agilizar todo um processo e não como um sistema de Revenue management que não é, pois Revenue Management começa fora desse fantástico programa e precisa de dados concretos, e estes acreditem não estão no sistema de gestão a que o SISTEME DE RM estará integrado. Como uma boa ferramenta que é ele é apenas parte de um todo, agiliza os trabalhos e produz dados altamente interessantes, mas quem sabe se são interessantes no meu Hotel sou eu, e não “o sistema”.

Quem lê minhas postagens já viu escrito O processo de Revenue Management pode e deve iniciar com a construção do hotel. Onde ligar  o sistema?

Se hoje eu fosse Gerenciar um hotel e me perguntassem o que eu acho do Sistema de RM, nomeadamente do IDEAS. Acho fantástico. Se me perguntassem se eu o queria, diria: Daqui a seis meses, hoje não. Porque, Revenue Management é um sistema complexo, não apenas um site de integração de dados altamente sofisticado, e que precisa ser implantado e dar resultados e DÁ. E que resultados, mas Revenue Management funciona sem o SISTEMA AUTOMATIZADO, é preciso que todo do “staff” esteja preparado para recebê-lo e em seis a oito meses no meu caso eu preparo qualquer unidade hoteleira e seus colaboradores para o Uso desse Fantástico sistema que conheci e se chama “IDEAS”, porém todos os envolvidos saberão desenvolver Revenue Management sem ele. Depois de seis a oito meses, depende do tamanho do hotel, este sistema iria com certeza dar muito mais agilidade aos resultados, ele iria apenas e tão somente me ajudar a maximizar com mais velocidade. Ou seja, estamos na presença de uma eficiente FERRAMENTA.

Então vamos definir o operador deste sistema é um Gestor de canais online. E o Revenue Management é foi e será de responsabilidade do gerente Geral que recebe em tempo real e pode ser por minuto os dados que o sistema produz.

Não canso de Repetir a Gabriela Otto, “Revenue Management é fantástico e funciona, mas antes de comprar ou gastar com um sistema automatizado, aprenda a fazer todo o processo nas boas velhas e sempre atualizáveis planilhas de Excel.”

terça-feira, 6 de março de 2012

Curso de Revenue Management Porto Alegre

EM SÃO PAULO DIAS 8 e 9 de Março
Dias 22 e 23 em Goiânia
Dias 29 e 30 Porto Alegre.
Investimento: R$. 375,00  para inscrições até 22.03.09
Após essa Data, R$. 425,00

Curso de Revenue Management Porto Alegre

Dias 8 e 9 de Março estamos em São Paulo
Em Seguia 22 e 23 Goiânia 
Logo Após PORTO ALEGRE

Investimento R$. 375,00 - Inscrições até 22.03.2012
Após esta data - R$.: 425,00
Aguardamos sua presença.