VIABILIDADE

1180 photo Viabilidade1180.jpg

quarta-feira, 14 de maio de 2014

Muito se fala mas….

Administração e Consultoria Hoteleira Especializada

Para todos os lados que nos voltamos, deparamo-nos com a mesma reclamação ou afirmação, e parece que, tal como um modismo chegou para ficar, isso não ajuda e no que depender de nós da Águia & SN Consultoria não vai prosperar, rotatividade é contraproducente.

A questão é. Há muita rotatividade de pessoal. Pois é, e como reclamar não muda nada, essa mesma rotatividade vem piorando e assim se manterá. A menos que algo seja feito para estagnar e reverter esse processo.

Será que alguém já se perguntou o porque isso realmente acontece? Bem que bom, e o que fez para mudar o Quadro? Nada… Entendi, se nós não mudarmos para determinada situação ela tende a ser agravar ou pelo menos a se perpetuar.

Os salários. Será? – Quem tem um preço é sempre muito barato, e talentos não têm preço, talentos determinam seu próprio valor e perseguem essa determinação.

E não estou falando aqui de gerentes, talento é talento e tanto pode ser Gerente como continuo, mas uma coisa é certa pode e deve chegar a Gerente ou Diretor.

Só vamos reter talentos, quando:

1º Contratarmos talentos, ou pelo menos bons projetos de ótimos talentos.

2º Tivermos por eles o devido respeito.

3º Não podemos nos dar ao luxo de boicotá-los, mas, apoiá-lo e eventualmente corrigir alguns desvios de percurso, ou sermos suficientemente atentos e humildes para entender que não somos os donos da verdade.

Recentemente administramos um Hotel durante um Ano, enxugamos estrutura isso por vezes é necessário para otimizar resultados, no que somos especialistas. Porém, não perdemos um único funcionário e ninguém que não tivéssemos demitido se ausentou.

Sorte? é, como diz um milionário que conheci: “quanto mais trabalho mais sorte tenho” precisamos analisar e entender. E Talento todos temos, se estamos mais acima é mais complicado precisamos estar atentos para entender os que, abaixo de nós têm talento e não deixar isso se apagar, motivando-os aconselhando-os fazendo com que se sintam importantes, porque realmente todos somos.

Apenas um exemplo e não é o principal, gerente comercial quer ganhar 10 mil por mês? não me serve, ele tem limite, mas se me fizer mudar de ideia eu lhe dou 3 mil e condição de ele chegar ao 100 mil, isso depende dele e não de nós, mas se ele não estiver interessado não me serve.

Há uma prática recorrente entre empresas que pagam comissões, os profissionais iniciam com uma comissão e ao fim de um tempo o seu soldo se eleva pois são trabalhadores e competentes, então a empresa diminui o valor da comissão.

Eu sei que sou “meio grosso” mas vamos chamar as coisas pelo nome, isso é ROUBO. A empresa não está pagando muito a empresa está tendo muito lucro com o trabalho do profissional e “premeia-o” reduzindo suas comissões e em consequência seu soldo… Depois não sabem porque os bons vão embora. Preciso explicar? creio que não.

Precisamos ter um padrão de valor, se o sujeito tem como padrão 10 é limitado e não saberá nem como alcançar mais, e se o alcança é eventual não saberá mantê-lo.

Por partes: contrate talentos, pobres, espertos e ambiciosos.

Dê-lhes condições reais de crescimento.

Depois me conte se acabou com a sua rotatividade. – Se precisar nós fazemos o seu plano. É simples, mas nunca ninguém me ouviu dizer que simples fosse sinônimo de fácil, se fosse assim ninguém se estaria queixando de alto “turnover”.


domingo, 11 de maio de 2014

PORQUE A CONSULTORIA

Consultoria Hoteleira Plena Especializada
Temos no nosso mercado excelentes consultores, gente competente, ética, com ampla experiência profissional, que enfrentaram mercados com todas as suas nuances e se tornaram consultores de empreendedores e pessoas que queriam entrar com consciência no ramo. Tiveram formação específica na área antes de entrar no meio da consultoria – sem falsa modéstia fazemos parte deste seleto grupo que ainda atua profissionalmente. O foco deste texto é a importância da consultoria e os benefícios que empresas terão ao contratar consultores que venham agregar e rentabilizar o seu ou seus empreendimentos:

- Consultores em sua grande maioria são profissionais com vasta vivência de mercado como gestores e empreendedores, muitos com boa formação acadêmica, e experiência na área. O mercado exige uma atualização constante participação em debates e eventos e o “estar ligado de preferência de forma a não precisar reagir quando alguma mudança acontece no mercado em que atuam, mantendo-se assim à frente dos acontecimentos”. – O Consultor não é mágico não usa bola de cristal ou qualquer artefato mágico  para diagnosticar seu empreendimento,– por vezes o empreendedor/gestor crê ter plena consciência do que precisa, será? Mas para iniciarmos corretamente precisamos dar o passo certo que é o diagnóstico gerencial e/ou empresarial. Mesmo que saibam do que precisam o diagnóstico deve ser realizado pois sem ele não poderemos afirmar se a opinião reinante está correta ou comumente aparecem situações que passam desapercebidas a quem está envolvido com a rotina diária e este problema também deve ser corrigido; – A partir do diagnóstico existem dois caminhos – o primeiro é a contratada realizar as ações propostas, sugeridas no diagnóstico. O segundo é contratar nossos serviços ou de outro profissional que irá auxiliar através de ferramentas de gestão e operação, treinamentos dirigidos, implantação de sistemas, levantamento de custos, analises, capacitações, etc. – creia-me – consultor nenhum orienta todas as ações que devem ser realizadas a partir do diagnóstico que não seja por ele efetuado – Muitas das ações propostas, depois de devidamente compreendidas podem e devem ser realizadas por sua equipe mas vai observar que a continuidade do trabalho de um bom consultor fará toda a diferença;

 Muitos partirão da permissa que podem fazer sem a necessidade de abrir sua empresa para estranhos, – desculpe a franqueza, porque não fez? – encontramos no mercado centenas de engenheiros, médicos, veterinários e toda a sorte de profissionais extremamente competentes em suas áreas de atuação, administrando hotéis e restaurantes – isso dura pouco tempo, infelizmente – as pesquisas dizem que a maioria das empresas fecha antes do terceiro ano mais de 60% não temos dados específicos para hotelaria e alimentação em nível Brasil (apenas alguns estudos setorizados que mostram percentuais ainda mais altos, principalmente na área de Alimentos e Bebidas);

- Não temos notícia de alguém que tenha feito sua consulta médica em um economista, ou um estudo de viabilidade com um médico? Pois bem, o conhecimento em administração hoteleira e principalmente na “intrincada” área de Alimentos e Bebidas é específico e deve ser valorizado – existem inúmeros novos modelos de gestão e operação desconhecidos ou pouco conhecidos da grande maioria dos empreendedores alguns agregam valor outros nem tanto mas isso deve ser analisado por um especialista e não por um apresentador de sistemas só o profissional de A & B ou o consultor pleno de Administração hoteleira terá condições de avaliar o real custo benefício desses sistemas, precisa conhecer a base de tudo; – Muitos dizem –consultoria tem um custo elevado para minha empresa –– Será? – é muito mais econômico do que pensa, o retorno é praticamente imediato (dependendo da velocidade com que implementar as ações) temos observado na maioria das empresas  que após o final dos nossos trabalhos, empresas e gestores se tornam mais ágeis, conscientes de suas metas, e com um caminho efetivo para trilharem, isso dá animo. Um pequeno exemplo prático e de agradecimento e valorização: não há muito tempo desenvolvemos um trabalho de consultoria com um determinado valor, o empresário entendeu que se fizesse o que sugerimos a economia anual seria de um valor muito substancial, realmente expressivo, tomou as providências e sem qualquer aviso nos enviou um e-mail com a sua satisfação expressa, e nele vinha o valor do pagamento já efetuado. Ligamos para saber quando deveríamos voltar, fomos surpreendidos com as palavras “o lucro que suas sugestões nos proporcionarão vale exatamente o dobro que que nos cobrou”. Há pessoas muito conscientes o caro no inicio tornou-se vantajoso em dias.

Pense, principalmente o empresário com elevado faturamento na área de Alimentos e Bebidas, acredite esta é uma área altamente lucrativa e se assim não for, consulte.

A Águia Consultoria e sua parceira SN Hotelaria está ao inteiro dispor para a realização de tudo o que se fizer necessário no ramo Hoteleiro. Somos especialistas em HOTELARIA

domingo, 4 de maio de 2014

Tarifas Flutuantes e Revenue Management

Aprenda com quem pratica
há 40 anos e escreve sobre
Fala-se muito, e a maioria das pessoas pratica, quando vamos ver como isso funciona passamos a detectar aquele velho ditado: “ouviu o galo cantar, mas não sabe de onde”.

Usam uma tarifa de segunda a sexta e outra para sábado e Domingo – Usam outra para quando há eventos e isso deixa rastros e espaços para fiscalização, punições e ainda despreparados dizerem que está havendo abusos, tudo isso pode e deve ser feito sem deixarmos margens a que nos acusem de má gestão.

Noventa e sete por cento dos empreendimentos que encontrei praticando aquilo a que chamam de tarifa flutuante, praticavam o que todos os outros praticam o que eu chamo de "tarifa de oportunistas" e que facilmente leva o praticante a cair na ilegalidade, atrai a fiscalização, o Ministério do turismo e todos os órgãos que existem para punir, e tenho que dizer lamento porque a conduta incorreta de uns prejudica os outros.

Os três por cento que não faziam errado, não faziam nada, em muitos caos tinham exposta, como manda a lei uma tarifa balcão que acaba nem sequer cobrindo seus custos. E estes em sua maioria aderiram ao sistema de tarifas flutuantes - REAL e CONSTANTE que é o que realmente maximiza sua rentabilidade.

Para simplificar tarifa flutuante é o que é praticado em Hotelaria e em uma dezena de outras empresas por quem sabe, e não é o que se diz ser e o que fazem muito bem feito as companhias aéreas.

Quando se pratica tarifa flutuante os resultados são excepcionais, desde que saibam onde e como fundamentá-la, e para quem não percebeu ainda não há necessidade nenhuma de sistemas (que não passam de ferramentas) caros e sofisticados, dependendo do tamanho do seu empreendimento, uma pagina de papel quadriculado e uma maquina de calcular que tenha as quatro operações básicas faz todo o serviço. No meu caso e no de qualquer pessoa que compreenda como o mecanismo funciona, a folha de papel quadriculado e a maquina de calcular funciona para empreendimentos de 20 ou de 20.000 UH’s – mas precisa conhecer os fundamentos. É desses que tratam nossos Cursos.

Obvio que hoje não precisa ficar no manual, mas gostaria que entendessem que não há custo adicional. O que é indispensável é o conhecimento adicional.

Participe de nossos cursos e descubra como o RM é fundamentado e como é simples sua operação.

Saiba um pouco mais sobre a quem interessa e como inicia. Participe de um de nossos cursos.